5 motivos para acreditar que ter um negócio é mais seguro do que ter um emprego

 

Demitido - LUZ Loja de Consultoria

Desde pequenos escutamos de nossos pais, da sociedade e da mídia que devemos seguir uma receita infalível para construir uma carreira segura, bem sucedida e feliz(?). Devemos fazer todo o ensino básico e fundamental (sem repetir de ano, para não perder um ano inteiro de nossas vidas – se liga no drama), seguido da escolha de uma profissão que pague bons salários e deixe todos bem orgulhosos, partindo depois para um estágio que resultará no emprego em uma multinacional de grande renome mundial. Depois, basta ser um bom trabalhador para suportar uma rotina diária sedentária, sentado de 09h às 18h, onde você terá que aguentar firme uma ambiente estressante e desmotivante, banhado a muita luz fria e ar-condicionados viciosos. Isso tudo com uma dose diária de “colegas”, falsidade e politicagem muito superior a dose que você tem da sua própria família e atividades que lhe façam bem para saúde e paz de espírito. Aguente firme heroicamente, pois aos 65 anos de idade você terá o “direito” de se aposentar e passar a usufruir de liberdade para fazer o que bem entender ao longo do seu dia – graças a sua previdência privada. Animador, não é mesmo?

Some esse lindo cenário à seguinte história: uma vez escutei um ex-executivo do mercado de capitais dizer que vivia aconselhando seus clientes a diversificarem seus investimentos, pois assim o risco era menor, mas ele mesmo vivia apenas de uma única fonte de receita: o seu salário. Quando ele se tocou que o dia em que perdesse o emprego toda sua “segurança” iria embora, ele resolveu abrir uma empresa para ter vários clientes (= várias fontes de receita) e assim ter uma vida mais segura. Ele acabou descobrindo uma vida mais feliz e saudável.

Por isso que eu gostaria de afirmar a todos que a tal segurança e estabilidade que nos é vendida não passa de um grande erro de interpretação destas palavras. Possuir um emprego nada mais é do que altíssima dependência e extrema vulnerabilidade a uma simples demissão. Aqui vão alguns motivos para você acreditar que a vida de quem empreende é mais segura e feliz:

1) Quem empreende tem menor dependência de uma única fonte de renda:

Quem empreende tem menor dependência de uma única fonte de renda - LUZ Loja de Consultoria

Uma simples diferença entre o empregado e o empreendedor é: enquanto uma demissão arrasa com a vida de um empregado, levando-o ao extremo desespero e depressão; para o empreendedor a perda de um cliente é apenas um motivo a mais para prospectar e correr atrás de outros novos. Ser empreendedor com a mentalidade de um empregado não dá certo, então não adianta achar que você terá um único bom cliente que lhe deixará rico e nem que perder clientes derruba a sua motivação, pois é exatamente isso que existe de bom em ter o seu negócio: não depender de uma única fonte de receita.

2) Quem empreende não tem limite de renda:

Quem empreende não tem limite de renda - LUZ Loja de Consultoria

Enquanto em uma grande empresa você precisa seguir um plano de carreira que limita seu salário a uma hierarquia e tempo de casa, em sua própria empresa a palavra meritocracia é realmente verdadeira. Nela seu esforço de construção da empresa gera crescimento de sua esturura e receitas. Empreendendo você quebra as regras do mercado e tem a possibilidade de ter uma receita que muitos ao seu redor, na mesma idade, não conseguem ter nem ao final de suas carreiras. Ninguém esta dizendo que isso ocorre da noite para o dia, mas existe a chance de ocorrer bem mais rápido do que para quem é empregado.

3) Quem empreende tem uma vida mais feliz e saudável:

Quem empreende tem uma vida mais feliz e saudável - LUZ Loja de Consultoria

E o que isso tem a ver com segurança? Estresse, vida sedentária, depressão, etc. estão entre os principais responsáveis pelo péssimo nível de saúde da população mundial. Alimentação de baixa qualidade, falta de exercícios e uso de bebida e cigarro são alguns dos vários efeitos colaterais de um trabalho que se faz sem prazer nenhum. O resultado é menor felicidade e maior número de doenças como cancêr, obesidade, doenças cardíacas, diabetes e etc. Empreendedores possuem flexibilidade de horário, o que torna uma rotina de exercícios mais viável, fora que se trabalha com mais motivação em algo que é seu.

4) Quem empreende tem mais liberdade e não precisa de final de semana:

Quem empreende tem mais liberdade e não precisa de final de semana - LUZ Loja de Consultoria

Você sabe o que é não sentir falta de um final de semana? Ou melhor, não conseguir distinguir entre semana e final de semana? Quem empreende consegue, se administrar corretamente sua empresa, ter mini-finais de semana durante todos os 7 dias. Imagine acordar em plena segunda-feira e trabalhar um pouco de casa, depois ir correr na praia (ou academia), voltar e tomar um banho, almoçar e tirar um cochilo depois! Só depois você vai para sua empresa ter reuniões com clientes e realizar as tarefas restantes. Esse tipo de rotina é capaz de fazer com que você trabalhe nos finais de semana sem se incomodar. Sim, mesmo com um ritmo menor para se dedicar mais aos seus filhos, sua rotina é muito mais parecida com a semana e vice-versa. Já pensou em levar e buscar seu filho no colégio sem ter que pedir “licença” ou ser descontado do salário? Bom, né?

5) Quem empreende possui desafios e estímulos:

Quem empreende possui desafios e estímulos - LUZ Loja de Consultoria

O estresse também existe na vida do empreendedor, mas nele a adrenalina está no desafio e vontade de vencer e prosperar. Altos e baixos são mais bem aceitos, ciclos de mudança são compreendidos e a possibilidade de inovar e fazer algo diferente passa a ser um desejo constante. Vai por mim, o estresse de quem empreende é bom e faz você se sentir vivo e estimulado!

Concluindo:

O empreendedorismo já esta ao nosso redor e é perfeitamente aceito culturalmente como opção de carreira. Basta ver o caso de advogados, fisioterapeutas, arquitetos, etc. que iniciam suas vidas como autônomos e depois evoluem abrindo seus próprios escritórios / consultórios e ganham muito melhor, possuem controle sobre seu horário, muitos se dão ao luxo de ter um final de semana de 3 dias e assim por diante. O começo não é fácil para ninguém, seja funcionário ou empreendedor, mas o potencial de crescimento e qualidade de vida de quem empreende é infinitamente superior a quem escolhe ter um emprego. Basta compreender que a sua interpretação sobre segurança e estabilidade podem ser contraditórios e vão contra o conceito de saúde e felicidade.

Este post foi originalmente publicado em 14 de novembro de 2011 por Daniel Pereira no blog.lojadeconsultoria.com.br e foi reproduzido aqui com a autorização do autor.

E agora? Que desculpa que você ainda está tentando encontrar para não assumir o risco de ser feliz, de realizar os seus sonhos? Vamos lá, acredite, ponha-se em ação.

Estamos aqui para lhe apoiar, você terá treinamentos de altíssimo nível à sua disposição, com os líderes mais competentes do mercado. Junte-se a nós. Se preferir, ligue: (021) 8121-4578.

Deixe seu comentário, sua crítica, suas sugestões. Vamos tornar este mundo um lugar mais saudável e melhor para se viver.

Saúde e suce$$o.

Raul Ferreira

 

Outros artigos que podem lhe interessar:

Você quer ter sucesso… Mas está disposto a pagar o preço?

Você está pronto para enriquecer?

As cinco coisas que você precisa saber sobre como encontrar o trabalho que você quer